Cultura Oriental

Os 5 Elementos do Jardim Japonês

Todo jardim japonês tem o poder de encantar com uma beleza intensa, já que se parecem com pequenas paisagens. Feitos principalmente para meditar e relaxar, são ambientes tão aconchegantes que despertam até mesmo a atenção ocidental.

Algumas casas brasileiras possuem um pequeno jardim japonês para trazer um pouco dessa essência, e quem quer fazer o mesmo deve se atentar nos 5 principais elementos de um jardim japonês e suas significações.

1º – Água

Representando o ciclo da vida, ela pode estar presente em fontes, cascatas ou até pequenos riachos. Se nela habitarem carpas, pode ser um ótimo símbolo de sorte e prosperidade para a casa.

2º – Plantas

A natureza desse tipo de jardim deve ser esteticamente bem construída, com belas cores, como se fosse uma pintura. A simbologia das plantas está associada ao movimento e às diferentes formas de vida, além de serem fontes de paz ao ambiente.

3º – Pedras e cascalho

São como exemplos de resistência, além de muito importantes para a cultura sagrada japonesa. Pedras grandes eram adoradas como deuses, e cascalhos marcavam terras sagradas e santuários.

4º – Lanternas

A lanternas chegam com a luz, que representa o conhecimento que ilumina a mente e elimina pensamentos ignorantes. O objeto também é composto de cinco elementos: a parte inferior representando a terra; a parte superior a ela representando a água; o fogo representando a luz; e o topo representando o ar e o espírito. 

5º – Pontes

O local privilegiado do jardim, onde se pode ver tudo de cima e apreciar a paisagem em sua maior amplitude. São mais difíceis de se incluir em um jardim japonês em casa, mas você pode reproduzir uma menor e mais simples com madeira para um paraíso totalmente completo.

Você pode gostar também

Sem comentários

    Deixe um comentário